Banana bananeira Musa cavendishi paradisiaca sapientum
 
abacateabacaxiameixaamoraamora pretaaracaazeitonabananabutiabergamotacaquifigofigo da indiaframboesagoiabaguabirobaguabijukiwilaranjalimãomaçãmamãomangamaracujámarmelomelanciamelãomirtilomorangonectarinanesperanos pecãpêrapêssegoPinhãopitangaromãuva

 

Receitas com banana

Banana (Musa cavendishi; Musa paradisiaca; Musa sapientum)

Origem:
A banana é originária do Sul da Ásia, Índia e Indonésia.
Símbolo dos países tropicais e muito conhecida no mundo todo, a banana, fruto da bananeira, é a fruta mais popular do Brasil. Embora não seja nativa do continente americano, adaptou-se muito bem ao nosso solo e clima e transformou-se num dos principais produtos de exportação do país. A bananeira é uma planta de caule subterrâneo, que se desenvolve em sentido horizontal, e do qual surgem as folhas que crescem para fora da terra, formando o falso tronco. Apenas uma vez na sua vida, cada caule falso dá um ramo de flores, que, aos poucos vai, se transformando num cacho de bananas, formado por pencas que, ao todo, podem chegar a somar até duzentas bananas. Depois de ter produzido o cacho, outro pé começa a crescer do rizoma subterrâneo e dele nascerá o próximo cacho.
Considerada como a fruta mais antiga de que se tem notícia, é citada em textos budistas de até 500 anos Antes de Cristo. Ingrediente usado na culinária de todo o mundo, tanto em pratos doces como salgados.

banana__________________________________Créditos da foto: Cátia Simone

A banana é um dos alimentos mais antigos do mundo. Os primeiros habitantes do Brasil já a conheciam, bem como os antigos gregos e indianos, que a sitam em seus relatos mitológicos. 

A banana é uma fruta de alto  valor nutritivo, muito rica em açúcar, potássio e sais minerais, principalmente cálcio, fósforo e ferro, e vitaminas A, B, B1, B2 , C e H. Fácil de digerir, pode ser dada às crianças a partir dos 6 meses de idade. Como quase não tem gordura, é indicada nas dietas baixas em colesterol. Pode ser consumida ao natural, cozida, seca em doces ou como sobremesa, ou ser usada nos mais variados tipos de prato: salada de frutas, bolos, tortas, vitaminas, sorvetes, mingaus, recheios de aves e carnes, farofas, musses, sanduíches e acompanhando feijoadas.

Existem cerca de cem tipos de banana cultivadas no mundo todo, porém os mais conhecidos no Brasil são:
Banana-nanica (conhecida também como banana-d'água, banana-da-china, banana-anã ou banana-chorona) - tem casca fina e amarelo-esverdeada (mesmo na fruta madura) e polpa doce, macia e de aroma agradável. Cada cacho tem por volta de duzentas bananas.
Banana-prata (ou banana-anã-grande) - tem fruto reto, de até 15 cm de comprimento, casca amarelo-esverdeada, de cinco facetas, polpa menos doce que a da banana-nanica, mais consistente e indicada para fritar.
Banana-da-terra (banana-chifre-de-boi, banana-comprida ou pacovan) - são as maiores bananas conhecidas, chegando a pesar 500 g cada fruta e a ter comprimento de 30 cm. É achatada num dos lados, tem casca amarelo-escura, com grandes manchas pretas quando maduras, e polpa bem consistente, de cor rosada e textura macia e compacta, sendo mais rica em amido do que açúcar, o que a torna ideal para cozinhar, assar ou fritar.
Banana-maçã (ou banana-branca) - de tamanho variado, pode atingir, no máximo, 15 cm e pesar 160 g. É ligeiramente curva, tem casca fina, amarelo-clara, e polpa branca, bem aromática, de sabor muito apreciado. Recomendada como alimento para bebês, fica muito gostosa amassada e misturada com aveia, biscoito ralado ou farinhas enriquecidas.
Banana-de-são-tomé (banana-curta ou banana-do-paraíso) - existem dois tipos, que se diferenciam apenas na cor da casca - roxa ou amarela. São pouco apreciadas, devido à polpa amarela e ao cheiro muito forte. Recomenda-se consumí-las cozidas, fritas ou assadas.
Banana-ouro (inajá, banana-dedo-de-moça, banana-mosquito ou banana-imperador) - é a menor de todas as bananas, medindo no máximo 10 cm. Tem forma cilíndrica, casca fina de cor amarelo-ouro, polpa doce, de sabor e cheiro agradáveis. É muito usada para fazer croquetes.
Banana-sapo - fruto curto, grosso e anguloso, com casca espessa e dura, e polpa pouco delicada, mais usada como alimento de animais domésticos.

Embora a banana possa ser encontrada o ano todo, durante os meses de maio e junho são comercializadas as melhores safras. A fruta deve ser colhida ainda verde e deixada à sombra e em temperatura ambiente para que possa amadurecer. Isso garante que não sofra alterações que prejudicam sua qualidade e seu valor nutritivo. Se a banana amadurecer no pé, fica muito seca e farinhenta.

Para consumo imediato, compre a banana com casca bem amarela e pequenas manchas marrons, de aspecto firme, sem partes moles ou machucadas e que não tenha as pontas verdes. Se não for para consumo imediato, dê preferência às que estão ligeiramente verdes. Para acelerar o amadurecimento da fruta, embrulhe em folhas de jornal. Para retardar o amadurecimento, compre a banana em pencas, pois as destacadas ficam maduras mais depressa.

A banana deve ser conservada em lugar fresco e seco, não sendo aconselhável guardar na geladeira, pois ela perde o sabor e se deteriora com maior facilidade. Para guardar bananas já descascadas, coloque-as dentro de um recipiente que possa ser bem fechado e mantenha em lugar seco e, para evitar que fique escura, pingue algumas gotas de limão.

Indicação:
Numa dieta variada, equilibrada em quantidades e qualidade, podemos ingerir até duas bananas pequenas por dia.
A melhor forma de comer a banana é ao natural, madura ou verde cozida.
Descascar e saborear, assim ela está com seu total potencial nutritivo.
Fruta apropriada para lanches fora de casa e como sobremesa.
Por ser uma fruta rica em açúcares, as pessoas diabéticas devem seguir as orientações do serviço de saúde mais próximo de casa.

Virtudes nutricionais:
- é uma fruta praticamente completa. Seu valor nutritivo supera a maioria das demais frutas frescas. Indicada como alimento apropriado desde os 6 meses de vida até as idades mais avançadas do ser humano, pelas suas propriedades nutritivas, por ter fácil digestibilidade, por seu sabor brando, por sua consistência macia, por não ter sementes grandes, nem fiapos duros e pela facilidade ao descascar.
- rica em potássio (K) e pobre em sódio (Na), combinação mineral que atua na contração muscular e equilíbrio dos líquidos no nosso corpo. Ajuda a reduzir os riscos relacionados à pressão sangüínea elevada, derrame e acidente vascular cerebral (AVC). Está sendo recomendada por especialistas, depois que estudos mostraram a importância do Potássio para a função muscular adequada, inclusive do coração e no combate às cãibras.
- possui sacarose, frutos e amido, que são boas fontes de energia.
- por essas razões, a banana é um dos alimentos favoritos dos atletas, que a consideram um anabolizante natural, além de combater às cãibras.
- reveste os tecidos por onde passa, por possuir uma consistência viscosa. Dessa forma, é indicada para os casos de gastrite e úlceras. É conhecida como calmante intestinal e estimulante das funções digestivas graças a uma substância oleosa presente em sua composição, de efeito adstringente, que suaviza o intestino delgado, grosso e reto, sendo aplicada em casos de diarréia aguda ou crônica.

Dicas culinárias:
- tome cuidado ao preparar seus alimentos. Evite o desperdício e aproveite ao máximo o seu valor nutritivo.
- procure sempre preservar as propriedades nutritivas dos alimentos ao prepará-los, cuidando para descascar e picar na hora do cozimento. Não cozinhar demais, usar fogo brando e panela sempre coberta.
- quanto mais você pica, cozinha, adiciona outros ingredientes, mais modifica as características naturais do alimento: perde em valor nutritivo, aumenta somente as calorias vazias e diminui sua digestibilidade.
- para conseguir dar uma cor rosada à banana em calda, acrescente uma casca de banana ao xarope do cozimento.
- ao fazer banana em calda, vá retirando toda a espuma que se forma. Assim a calda fica mais transparente.
- para que o doce de banana não grude no fundo da panela, quando for misturar as bananas e o açúcar acrescente uma colherinha de chocolate em pó.
- antes de fritar a banana, passe-a em farinha de trigo. Assim,ela não fica encharcada de gordura.
- para que uma penca de banana amadureça mais depressa, coloque junto outra banana que já esteja bem madura.
- se a banana estiver muito mole, mas não estragada, aproveite-a em bolos, vitaminas ou doces.
- para que a banana não desmanche ao fritar passe-a primeiro em maisena.
- o doce de banana fica brilhante e avermelhado se você pingar umas gotas de limão antes de retirá-lo do fogo.
- quando for usar banana numa torta, mergulhe-a em suco de limão ou de laranja para evitar que fique escura.
- a banana assada é um ótimo antidiarréico.
- a folha da bananeira serve para embrulhar postas ou filés de peixe que vão ser preparados na grelha.

Curiosidades:
- segundo uma crendice popular, quem enfiar uma faca no tronco da bananeira, em noite de São João, verá a letra inicial do nome do futuro noivo ou noiva escrito na lâmina da faca.
- existe outra superstição, segundo a qual, quando a bananeira vai dar o cacho, geme como uma mulher com dores de parto.
- para algumas pessoas, a banana era a a fruta proibida do Paraíso.
- a bananeira é considerada a árvore dos sábios. Por isso seu nome científico é Musa sapientum.
- o maior produtor brasileiro de banana é o município de Santos, no Estado de São Paulo.

Partes utilizadas: Polpa

Propriedades medicinais da banana
Originária da Ásia Meridional, de onde se difundiu para a África e América- É uma fruta deliciosa, nutritiva e medicinal.

Ajuda a tratar de: Anemia, debilidade orgânica, escorbuto, fraqueza generalizada, intestino solto (diarréia, desinterias) e linfatismo.
Auxilia no tratamento de tuberculose, reumatismo, febre, prisão de ventre, desidratação. Doenças do estômago, rins, fígado, intestinos e nervos. "Tá nervoso? Não vá pescar, coma bananas.............."

Utilidades Medicinais:
Anemia - A banana não é relativamente, muito rica em ferro, mas tendo em vista sua boa aceitação, que facilita um consumo liberal, 3 a 5 unidades podem contribuir aproximadamente com 20 a 30% da quantidade de ferro requerida para um dia.
Asma - Assar a muda pequena da bananeira maçã, com raiz e tudo, cortada em rodelas. Depois espremer para obter o caldo, misturar com mel de abelha e tomar diariamente um cálice.
Constipação Intestinal - Recomenda-se a banana-nanica (ou banana d’água ou banana caturra). Fazer, em jejum, uma refeição, com esta banana, crua, sem misturar com outros alimentos. Pode-se fazer a "cura de banana".
Desnutrição - A banana pode ser incluída no programa alimentar de convalescentes de desnutrição, haja visto que é alimento rico em calorias e vitaminas. Seria vantajoso incluí-la na merenda escolar.
Obesidade - Os obesos não devem abusar da banana. É preciso usá-la com regra. Algumas refeições esporádicas exclusivas de banana prata.( 1 ou 2 unidades pequenas são indicáveis).
Paralisia - As doenças neurológicas que levam a paralisias são às vezes tratáveis com vitaminas do complexo B. A banana, como fonte dessas vitaminas é adequada nesses casos como elemento dietético.
  

Calendário de colheita para o Rio Grande do Sul:

Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Banana X X X X X X X X X X X X



Ver também:
Receitas com banana


Fontes: http://www.geocities.com/atine50/frutas/frutas.htm, às 18:55h; em 27/01/2008.
Essencial - Um guia prático para cuidar da saúde, Editora Nova Cultural Ltda, São Paulo, 2001.
www.todafruta.com.br Data Edição: 07/07/04
Curso Básico de Fruticultura - Engº. Agroº. Marco Moro - Escritório Regional da EMATER - Pelotas/RS -  2006.


Bibliografia: 
As Frutas na Medicina Natural
Alfons Balbach
Daniel S. F. Boarim
Edição Vida Plena
(XX11) 464-3888 - Itaquaquecetuba - SP.