Frutas RS Frutas Bergamota

Bergamota

Bergamota ou tangerina (Citrus nobilis)

É a popular mexerica, fruta aromática que exala um perfume cítrico, forte e agradável. A casca amarela fica praticamente solta dos bagos, repletos de suco rico em ferro e vitaminas (A, B1, B2, C). Deliciosa ao natural, também é excelente em refrescos, musses, sorvetes e diversos outros tipos de sobremesas. Além disso, tem propriedades terapêuticas importantes.

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Rutaceae
Género: Citrus
Espécie: C. reticulata
Nome binomial: Citrus reticulata

A tangerina (Rutaceae) é uma fruta cítrica de cor alaranjada e sabor adocicado, originária da Ásia (Índia, China e países vizinhos de clima sub-tropical e tropical úmido). Cientificamente, recebe o nome de Citrus reticulata.

Denominação regional
Na região sul do Brasil é conhecida como “Bergamota”. Em Minas Gerais e Goiás é chamada de “Mexerica”. Também pode ser encontrada como “laranja-mimosa” ou simplesmente “mimosa”. “Tangerina” deriva de Tanger, cidade dos Marrocos.

Cultivo
As variedades mais cultivadas de tangerina são conhecidas como:
Mexerica
Ponkan
Dancy
Cravo
Montenegrina
Existe também uma cultura híbrida chamada Murcott, uma mistura de tangerina e laranja que é mais apropriada para a produção de sucos, sendo este bastante nutritivo, abundante, saudável e saboroso.

Colheita
Normalmente é colhida entre os meses de maio a agosto, mas a safra pode ir de abril a setembro.
A árvore é de porte mediano, com espinhos nos galhos, como forma de proteção, com flores brancas e aromáticas, semelhantes à laranjeira.
A casca possui concentrações elevadas de vitaminas A, B1, B2, Niacina, vitamina C, cálcio e fósforo, podendo ser usada para fazer doces e geléias.

As variedades mais conhecidas são a cravo, mexerica, ponkan e mandarina, que se confundem com as denominações regionais. As variedades mais comerciais são as mexericas, para consumo natural e a morgote, para produção de sucos.

Valor nutricional
Tangerina natural sem casca
Valor nutricional por 100 g
Energia 50 kcal 200 kJ
Carbohidratos 0 g
Gorduras 0.3 g
Proteina 0 g
Água 86 g
Vitamina C 30 mg 50%
Magnésio 11 mg 3%
Potássio 210 mg 4%
Percentagem relativas para adultos.

O valor nutritivo do suco ou da polpa varia conforme a espécie, mas é sempre boa fonte de vitaminas A e C e sais minerais como potássio, cálcio e fósforo. A vitamina C é essencial para o sistema imunológico. A vitamina A é indispensável para a saúde dos olhos e da pele e aumenta a resistência às infecções. As vitaminas do complexo B fortificam os nervos.
A tangerina é considerada grande fonte de magnésio. O ser humano precisa de magnésio, apresentando maior concentração desse mineral nos ossos e músculos. Ele tem papel importante na síntese das proteínas, na contratilidade muscular e na excitabilidade dos nervos.
A tangerina é conhecida pelo seu efeito diurético, digestivo e aumento na eficiência física. É também indicada nas hipertensões arteriais e na prevenção da arterioesclerose. É laxativa, pois apresenta grande quantidade de fibras, devendo ser ingerida com o bagaço para melhorar o funcionamento do intestino. A riqueza de fibras da tangerina protege ainda de outras doenças como câncer, diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares. O chá das folhas é considerado popularmente como calmante. Conserva-se bem em geladeira por até três semanas.

Partes utilizadas: Fruto.

Propriedades medicinais da tangerina ou bergamota
A tangerina é produzida por uma árvore da família das Rutáceas. Originária da China, acha-se aclimatada no Brasil.

Ajuda a tratar de: Febres, eliminação de toxinas, gripes, parasitas, regularização do ácido úrico, resfriados, retenção de líquidos, tensão nervosa, verminoses.
Combate a falta de vitamina “C”, laxante, diurética e combate o reumatismo.

Utilidades Medicinais:
Ácido Úrico – Recomenda-se fazer refeições esporádicas e exclusivas de tangerina.
Arteriosclerose – Proceder como em ácido úrico.

Receitas com bergamota
Plantio da bergamoteira

 

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tangerina às 18:07 de 17 de março de 2008.
Essencial – Um guia prático para cuidar da saúde, Editora Nova Cultural Ltda, São Paulo, 2001.
Curso Básico de Fruticultura – Engº. Agroº. Marco Moro – Escritório Regional da EMATER – Pelotas/RS – 2006.
www.todafruta.com.br Data Edição: 07/07/04

Bibliografia:
As Frutas na Medicina Natural
Alfons Balbach
Daniel S. F. Boarim
Edição Vida Plena
(XX11) 464-3888 – Itaquaquecetuba – SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações relacionadas

FramboesaFramboesa

Nome científico: Rubus idaeus Família: Rosáceas Nome comum: framboesa, framboeseira, frambueso (espanhol), raspberry (inglês) Origem: Centro e Norte da Europa e parte da Ásia. Descrição e característica da planta: a

AbacateAbacate

Abacate (Persea americana) Fruto do abacateiro, o abacate tem forma semelhante a da pêra, casca áspera de cor verde ou violeta, polpa macia comestível e caroço grande e liso, sendo

AmeixaAmeixa

Nomes científicos: Prunus salicina (ameixeira japonesa), P. doméstica (ameixeira européia), P. insititia (ameixeira européia), P. cerasifera (ameixeira mirabolão). Família: Rosáceas Nome comum: Ameixa, ameixeira, ameixa-vermelha, ameixa-amarela, ameixa-japonesa. Origem: Extremo Oriente Muito conhecida