Marmelo marmeleiro família rosáceas
 
abacateabacaxiameixaamoraamora pretaaracaazeitonabananabutiabergamotacaquifigofigo da indiaframboesagoiabaguabirobaguabijukiwilaranjalimãomaçãmamãomangamaracujámarmelomelanciamelãomirtilomorangonectarinanesperanos pecãpêrapêssegoPinhãopitangaromãuva

 

Marmelo (Cydonia oblonga)

Não se conhece ao certo a origem desta fruta. Muito utilizado no mundo antigo, nas regiões onde hoje ficam a Grécia e a Itália, o marmelo chegou ao Brasil no século XVI, trazido por Martim Afonso de Souza. Desde então, caiu no gosto dos brasileiros. E com razão: a polpa branca é doce e ácida, além de conter sais minerais e vitaminas. É um alimento leve e saboroso.

Família: Rosáceas

Nome comum: marmelo, marmeleiro

Origem: Ásia Menor e Sudeste da Europa

Descrição e característica da planta: a planta é um arbusto de porte médio, de 3 a 6 metros de altura, mas, em culturas comerciais, é mais baixo, porque se faz a poda e condução da parte aérea, dando à copa um formato de cálice. No inverno, as plantas perdem as folhas e entram em dormência até o início da primavera, quando ocorre a brotação. Nos dois a três primeiros anos do plantio no campo, há necessidade de se fazer podas anuais de formação da copa e depois, as podas de frutificação e de limpeza. As folhas têm forma oval, cor verde-escura, inteiras e bordas lisas. As flores são solitárias (isoladas), grandes, de cor rosada e produzidas nas extremidades dos ramos. Para que haja frutificação é necessário o plantio de outros marmeleiros com carga genética diferente, porque a polinização é cruzada. Ocorre o fenômeno de auto-incompatibilidade. Os frutos são grandes, arredondados a alongados, amarelados, quando maduros, e bastante aromáticos. As plantas se desenvolvem e frutificam bem em regiões de clima fresco, solos férteis, ricos em matéria orgânica e não sujeitos a encharcamento.  A propagação é feita por enraizamento de estacas e por enxertia. Algumas variedades recomendadas são: Portugal, Maçã, Smyrna, Mendoza INTA-37 e Provence.

Produção e produtividade: a produtividade média varia de 10 a 30 toneladas de frutos por hectare. Cada hectare corresponde a uma área de 10.000 metros quadrados. Atualmente, Minas Gerais é o único estado produtor em quantidade significativa no Brasil. Outros estados, como Rio Grande do Sul e São Paulo, têm pequenas áreas de plantio em alguns municípios.

Utilidade: o marmelo pode ser consumido ao natural ou industrializado na forma de compotas, sucos geléias e marmelada. A planta é usada como porta-enxerto de marmeleiro e de pereiras.

Partes utilizadas: Polpa

Ajuda a tratar de: Diarréias, enterites, problemas digestivos, perturbações intestinais. 
Indicado na dieta dos convalescentes.

Fontes: Essencial - Um guia prático para cuidar da saúde, Editora Nova Cultural Ltda, São Paulo, 2001.
http://globoruraltv.globo.com/GRural/0,27062,LTP0-4373,00.html às 12:07 de 19 de abril de 2008.